fbpx
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Treinar no frio: 7 coisas que você precisa saber

Com o fim do outono e a chegada do inverno, manhã e noites bem frias e dias cinzas vão se tornar bem comuns. É difícil sair das cobertas, mas o frio não é desculpa para você não treinar!

Conversamos com Eduardo Netto, personal trainer e diretor técnico da Bodytech (SP) para entender como se preparar para manter os treinos nesta época do ano – e porque sentimos tanta preguiça.

Ele explica que as temperaturas mais baixas fazem com que nossos músculos se contraiam para reter calor, ocasionando uma maior dificuldade de movimentação. Com isso, temos a impressão de que precisamos fazer mais esforço e acabamos nos mexendo menos!

Porém, treinar no frio tem muitas vantagens. Para te ajudar (e encorajar!) a se exercitar mesmo nos dias em que os termômetros estiverem baixos, confira abaixo as perguntas que fizemos a Netto para que você treine com mais segurança e motivação!

É verdade que treinar no inverno queima mais calorias e gordura?

Eduardo Netto: Pelo fato do corpo precisar manter o equilíbrio da temperatura corporal, gastamos mais energia do que quando comparado a temperaturas mais quentes. Porém, é importante dizer que nessa época normalmente gastamos menos calorias com atividades físicas, uma vez que o metabolismo basal diminui e aumentamos a ingestão calórica.

Quais são os principais cuidados para treinar no frio?

EN: A primeira coisa é não deixar se de exercitar. No frio, contraímos os músculos para reter calor, e esse enrijecimento provoca uma dificuldade de movimentação. A impressão de um esforço maior faz, inconscientemente, a gente se mexer menos, gerando a famosa preguiça. É também importante frisar que pelo aumento da ingesta calórica, temos a tendência de aumento do peso, portanto, não abandone os treinos!

Tem algum horário que seja melhor?

EN: Não, mas é indicado evitar os períodos com temperatura muito baixa para treinos outdoor. Caso ainda sim esse seja o único horário que tem para treinar, se agasalhe para evitar problemas como hipotermia. Se você puder optar pelos períodos mais quentes, o ideal é treinar quando estiver sol, porque o calor dos raios ajuda a estimular os músculos ao exercício físico.

O tempo seco prejudica o treino de alguma forma?

EN: Ele pode prejudicar o quadro respiratório, principalmente de quem costuma se exercitar ao ar livre. Para evitar esse problema, é importante sempre manter uma boa hidratação com bastante água antes, durante e depois do treino.

Tem alguma roupa específica para treinar no frio?

EN: Roupas aumentam a barreira de isolamento e são o elemento mais importante no desempenho e conforto durante o treino. Contudo, blusas emborrachadas e impermeáveis, como as jaquetas de nylon, devem ser evitadas pois não permitem a transpiração e não absorvem calor, o que aumenta a temperatura corporal e provoca mal-estar.

Outro fator importante é manter as mãos e os pés quentes. Isso porque o frio provoca o desvio do sangue para os tecidos mais expostos. Com isso, caso as extremidades não estejam protegidas, corremos o risco de não mantermos o centro do corpo e os órgãos internos protegidos. Um bom par de meias e se for o caso, luvas, podem ajudar.

Estamos mais propensos a sofrer lesões no inverno?

EN: Não existem evidências cientificas que comprovem estaticamente essa maior incidência de lesões ao treinar no frio. Porém, para evitar qualquer tipo de problema, é importante ter uma preparação previa para o exercício físico. O corpo em repouso leva mais tempo para atingir a temperatura ideal para a atividade física, por isso o aquecimento e muito importante.

Então o aquecimento precisa ser maior ao treinar no frio?

EN: Quem for treinar no frio, sem dúvida deve dedicar mais tempo ao aquecimento. O corpo precisa de um processo mais elaborado e de cuidados adicionais para que o exercício seja feito de forma segura e confortável. Como a transição do repouso para o exercício é um processo lento e ainda mais dificultado durante o frio, o aquecimento requer maiores cuidados sob baixas temperaturas.

Fonte: Treinar no frio: 7 coisas que você precisa saber – Go Outside

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site.

Open chat
1
Olá,
como podemos ajuda-lo?